Política

Ex-fuzileiro e ex-policial quer reeleição no cargo de prefeito

Tucano fechou aliança com PROS em Fátima do Sul

Ludyney Moura Publicado em 09/08/2016, às 16h14

None
junior-vasconcelos-e-cida-convencao-300x194.jpg

Tucano fechou aliança com PROS em Fátima do Sul

O atual prefeito de Fátima do Sul, município distante 242 km da Capital, Júnior Vasconcelos (PSDB), vai tentar a reeleição e terá como candidata a vice-prefeita, a vereadora Maria Aparecida, a Cida Santos, do PROS.

No lançamento de sua candidatura, o tucano, que em 2012 venceu por apenas 122 votos o candidato adversário (Sinderley Bezerra) apoiado pela ex-prefeita Ilda Machado, esposa do ex-deputado Londres Machado, fez comparações com a gestão de seus antecessores.

“Pode comparar nossos três anos com os oito que antecederam nossa gestão pra ver que fizemos bem mais em todas as áreas. Não temos medo, pois iremos trabalhar falando a verdade e mostrando o que se foi feito durante a nossa gestão, e sabemos que ainda precisamos fazer muito por Fátima do Sul, mais juntos, firmando parcerias, iremos fazer da nossa cidade um local melhor pra se viver”, disparou o tucano.

A candidatura de Vasconcelos contou com a presença do deputado federal licenciado e secretário estadual de fazenda, Marcio Monteiro, do deputado estadual Zé Teixeira (DEM), do secretário de segurança pública e deputado estadual licenciado, Barbosinha (PSB) e do deputado federal e candidato a prefeito pelo PSDB em Dourados, Geraldo Resende.

Júnior Vasconcelos foi fuzileiro naval e escrivão da Polícia Civil antes de entrar na política, em 2008, quando foi eleito vereador em Fátima do Sul.

“Entendemos que o Júnior ainda tem muito a fazer pela cidade, e precisa de um tempo maior para concretizar seus projetos, acreditamos que no momento ele seria a melhor opção para continuar administrando o município, e decidimos pelo seu nome para representar o partido nessas eleições”, finalizou o presidente do PSDB em Fátima do Sul, Georgino Lopes. 

Jornal Midiamax