Política

Calor, lotação e discursos de ‘mudança’ e ‘esperança’ marcam filiação no PSDB

Governador interrompeu férias para acompanhar ato

Ludyney Moura Publicado em 25/01/2016, às 19h44

None
img-20160125-wa0060.jpg

Governador interrompeu férias para acompanhar ato

Com um plenário lotado de lideranças tucanas da Capital e do interior, o ato de filiação do deputado estadual Beto Pereira ao PSDB (que deixou o PDT), foi marcado por discursos de mudança e críticas ao Partido dos Trabalhadores.

“’Nunca antes na historia do país’ essa frase nunca tão usada e nunca vimos uma crise como essa, que infelizmente acontece. Não ta fácil para ninguém”, ironizou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Reinaldo afirmou ainda que Mato Grosso do Sul ‘continua crescendo, mesmo com a crise’. Chamando a atenção para as fortes chuvas que caíram no Estado, deixando 31 cidades em situação de emergência.

Apesar do governador chamar o deputado Beto Pereira de ‘cara nova’, o agora tucano não é estreante na política. Filho do ex-senador Valter Pereira, ele já governou o município de Terenos por dois mandatos, foi presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) e vice-presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios).

Beto agradeceu a confiança demonstrada pelo governador e elogiou Reinaldo. “A população clamou por mudança e o Azambuja conseguiu isso com maestreza (sic). O PSDB é a chama que mantém acessa  de esperança de mudança”, finalizou o deputado. 

Jornal Midiamax