Política

Simone Tebet questiona ministro da educação sobre valorização do professor

Mercadante reconheceu que o salário do professor é muito baixo

Diego Alves Publicado em 28/10/2015, às 00h17

None
unnamed_5.jpg

Mercadante reconheceu que o salário do professor é muito baixo

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) questionou o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, sobre a valorização do professor, não apenas em relação ao aumento salarial, mas sobre a qualificação profissional.

Durante audiência pública na Comissão de Educação do Senado, nesta terça-feira (27), a senadora considerou as dificuldades financeiras do Brasil e sugeriu o controle de gastos.

“O problema não é só financiamento público ou falta de recursos. Talvez a questão seja outra e precisássemos focar em dois pontos principais: a valorização do professor e o controle de gastos”, disse Simone Tebet.

A senadora concordou que é hora de repensar programas que não estão sendo eficientes como uma forma de reservar mais recursos para a capacitação do professor. “As universidades vão ter investimentos em seus cursos de licenciatura para capacitar melhor o professor? Haverá diferentes políticas de cargos e salários no sentido de implantar a meritocracia na ascensão profissional por capacitação além do tempo de sala de aula?”, questionou Simone.

Mercadante reconheceu que o salário do professor é muito baixo e lamentou que apenas 50% dos professores têm formação em suas áreas. Durante a audiência, o Ministro defendeu a volta da CPMF e a participação do Sistema S para complementar os recursos perdidos no ajuste fiscal para a educação profissional.

Jornal Midiamax