Deputado maranhense fala ‘asneira’ e AL de MS vota moção de repúdio

Parlamentar disse que Capital é 'pequena e sem expressão'
| 13/05/2015
- 19:28
Deputado maranhense fala ‘asneira’ e AL de MS vota moção de repúdio

Parlamentar disse que Capital é ‘pequena e sem expressão’

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul deve votar na sessão de quinta-feira (14) moção de repúdio ao deputado estadual Alexandre Almeida (PTN), do Maranhão. Em discurso no dia 12, no Legislativo maranhense, ele citou Campo Grande como “uma capital tão pequena que não tem nem expressão”.

“É um desrespeito ao Estado. Antes de falar asneira, tem que avaliar”, reagiu nesta quarta-feira (13) o deputado Angelo Guerreiro (PSDB), autor da moção de repúdio. Na ocasião, Almeida discursava sobre a concessão dos serviços de água e esgoto de Timon, município de 163,3 mil habitantes na região leste do Maranhão.

“Ele foi infeliz ao fazer uma qualificação dessas à Capital Morena”, emendou Barbosinha (PSB). Ex-presidente da Sanesul (Empresa de Saneamento de MS), o deputado disse que Almeida deve ser convidado a conhecer as belezas do Estado, ressaltando que, por conta tanto do trabalho da Águas Guariroba – concessionária na Capital – quanto da estatal, “mesmo atravessando extrema seca, não tivemos desabastecimento em nenhum município”.

Em rápida consulta à internet, é possível questionar eventual falta de critério e informação, por parte do parlamentar, ao citar Campo Grande como capital sem expressão. A cidade, segundo dados do IBGE, tem 845,7 mil habitantes, ao passo que a capital maranhense, São Luis, tem 1 milhão de moradores.

O deputado estadual Alexandre Almeida tem 32 anos e está, atualmente, em seu segundo mandato na Assembleia Legislativa do Maranhão. É advogado e preside a Comissão de Ética do parlamento maranhense.

 

 

Clique aqui para assistir ao vídeo.

Veja também

Últimas notícias