Política

Definidos mais dois deputados de comissão que vai acompanhar obra do Aquário

PMDB vai redefinir nomes escolhidos para comissão

Midiamax Publicado em 10/06/2015, às 16h03

None
pequena_mg_0245.jpg

PMDB vai redefinir nomes escolhidos para comissão

Foram definidos mais dois nomes de deputados da comissão que vai acompanhar a obra do Aquário do Pantanal, que é questionada pelo MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), por supostas irregularidades. A comissão foi criada nesta semana, por proposição do deputado Lídio Lopes (PEN), mas ainda não foi instituída oficialmente pela mesa diretora da Casa.

A comissão já estava definida com a participação dos deputados Amarildo Cruz e João Grandão, titular e suplente, por parte do PT.

Nesta quarta-feira (10), o PSDB indicou os deputados Ângelo Guerreiro e Flavio Kayat e pelo bloco parlamentar dos partidos com menos representantes, completa o time o deputado Márcio Fernandes (PT do B) – Lídio Lopes, por ser proponente da comissão, já tinha vaga garantida.

Falta, agora, a redefinição dos nomes do PMDB. O líder do partido na Assembleia, deputado Eduardo Rocha, indicou Antonieta Amorim para titular e Renato Câmara como suplente, mas o deputado Marquinhos Trad questionou a indicação.

Antonieta é presidente da Comissão de Obras na Assembleia, mas, também, irmã de João Amorim, empreiteiro que mantém contratos milionários com o Poder Público.

Ainda segundo Rocha, o deputado Maurício Picarelli (PMDB), também teria demonstrado vontade de participar da comissão. A bancada vai se reunir entre hoje e amanhã para discutir a questão.

Jornal Midiamax