Corrêa e Mochi visitam TJ e CPI prepara recurso para retomar investigação

Comissão já prepara recurso para reverter liminar
| 14/05/2015
- 02:40
Corrêa e Mochi visitam TJ e CPI prepara recurso para retomar investigação

Comissão já prepara recurso para reverter liminar

Os presidentes da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Enersul/Energisa, deputado Paulo Corrêa (PR) e da Assembleia, deputado Junior Mochi (PMDB), visitaram na tarde desta quarta-feira (13), o presidente do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), desembargador João Maria Lós.

“Me dei por notificado”, afirmou Corrêa sobre a liminar concedida pelo desembargador Dorival Renato Pavan, à pedido da Energisa, que suspendeu o ato de criação da CPI, bem como todas as ações já desenvolvidas pela comissão.

“Fomos recebidos pelo desembargador Lós e colocamos o nosso lado. Estamos defendendo o consumidor e mostramos nossa prerrogativa da Assembleia de fiscalizar”, ressaltou o republicano.

Para Corrêa, a documentação levantada e informações apuradas pela comissão até hoje, revelam ‘evidências concretas’ de que houve desvios que impactaram no valor da tarifa de energia elétrica paga pelo sul-mato-grossense.

O presidente da CPI revelou ainda que a partir de agora, com a notificação oficial da liminar de suspensão dos trabalhos, a assessoria jurídica da comissão já começa a preparar um agravo de instrumento, para tentar reverter a decisão de Pavan.

“Nosso papel fiscalizador é de fundamental importância, e nós não entendemos que houve erro na construção do processo que culminou com a CPI. Com esse pedido da Energisa (que solicitou a suspensão das investigações) fica parecendo que tem alguma coisa para esconder”, finalizou Corrêa.

Veja também

Empresa foi vencedora do processo licitatório da prefeitura

Últimas notícias