Presidente regional do PMDB disse desconhecer denúncia de compra de voto

Presidente regional do PMDB disse desconhecer denúncia de compra de voto
| 07/03/2010
- 18:35
Presidente regional do PMDB disse desconhecer denúncia de compra de voto

Presidente regional do PMDB disse desconhecer denúncia de compra de voto

O presidente regional do PMDB, Esacheu do Nascimento, disse que o senador Valter Pereira não havia formulado a ele até o fim desta manhã nenhuma denúncia de compra de voto durante as prévias que indicam hoje quem é que vai ser o candidato do partido ao Senado, se Valter Pereira ou o deputado estadual Waldemir Moka.

Nascimento disse ter conversado com a assessoria do deputado Moka, que avisou a ele que se tivesse de fato acontecendo isso [compra de votos] não seria a mando do deputado federal.

Valter Pereira já tinha dito antes que não ia denunciar o caso por se tratar de uma disputa interna. Os votos dos filiados, segundo o senador, estaria sendo negociado a R$ 50,00 num estacionamento em frente a escola Joaquim Murtinho, onde acontece a votação.

O local foi reservado por filiados ligados a Moka e ali somente estacionavam carros com adesivos do deputado

Veja também

Os investimentos serão feitos em obras de mobilidade urbana, pavimentação, recapeamento e outros

Últimas notícias