Política

Governador ‘despeja’ 11 projetos na Assembleia Legislativa, um que cria nova secretaria

O governador reeleito André Puccinelli, do PMDB, enviou nesta terça-feira, a duas sessões do recesso parlamentar, 11 projetos de lei para aprovação dos deputados. Entre os propósitos dele, dois têm sido considerados “importantes demais” para apreciação num prazo “tão curto”, segundo os deputados de oposição. Um dos projetos tidos como polêmicos trata do reajuste salarial […]

Arquivo Publicado em 14/12/2010, às 13h40

None

O governador reeleito André Puccinelli, do PMDB, enviou nesta terça-feira, a duas sessões do recesso parlamentar, 11 projetos de lei para aprovação dos deputados. Entre os propósitos dele, dois têm sido considerados “importantes demais” para apreciação num prazo “tão curto”, segundo os deputados de oposição.

Um dos projetos tidos como polêmicos trata do reajuste salarial dos professores da rede estadual, previsto para janeiro.

Outro plano polêmico, segundo os oposicionistas: a criação da nova pasta, a Secretaria Estadual de Gestão de Recursos Humanos. Há ainda propostas que alteram o efeitivo da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Deputados da oposição disseram que nenhum parlamentar nem sequer manuseou um dos 11 projetos propostos por Puccinelli. E a ultima sessão da Assembleia ocorre na próxima quinta-feira. “Vamos ficar atentos para que não passe nenhum ‘jabuti’ no meio dos projetos”, disse o petista Paulo Duarte que promete fazer uma leitura minuciosa de cada texto.

Além dos calhamaços emitidos hoje para a Casa, os deputados precisam aprovar o Orçamento do ano que vem.

Jornal Midiamax