VÍDEO: 'Vivendo um inferno', diz moradora sobre algazarra de motoqueiros no Leblon

Há aproximadamente dois anos, os motoqueiros se concentram na via
| 11/02/2022
- 03:28
Reprodução
Reprodução

"Vivendo um inferno aqui", diz uma moradora sobre a algazarra de motoqueiros na Rua Clineu da Costa Morães, no Jardim Leblon, em Campo Grande. Moradora próxima gravou, na noite desta quinta-feira (10), os motoqueiros empinando as motos na via que fica com diversas motocicletas estacionadas.

Quando a Polícia Militar chega ao local eles se dispersam. Este é o mesmo relato de moradores há anos em vários pontos da Capital.

Além do barulho, das manobras proibidas, moradores também relatam que os motoqueiros estacionam na frente das garagens, urinam próximo às entradas das casas, e ainda há uso de drogas por adolescentes.

"A polícia vem, eles saem correndo quando chega, acontece sempre". A moradora conta que há aproximadamente dois anos, os motoqueiros se concentram na via. Próximo à Rua Clineu da Costa Morães existe uma tabacaria, e o local então tornou-se um ponto de encontro dos motoqueiros.

"Teve um dia que eu cheguei do trabalho, tive que ficar buzinando para tirar a moto em frente à garagem. Não sou só eu que reclamo, tem vários outros vizinhos também. Se eu não chamo a polícia, eles chamam também. Eu não aguento viver mais assim não, está muito chato já, chato chegar do trabalho e ter que conviver com tudo isso. Eu abrir o portão, e ter moto estacionada na frente".

 

Motoqueiros no Aeroporto

Grupo de motoqueiros aparece em vídeos empinando motos e em dispersão após a chegada da Polícia Militar na Avenida José Barbosa Rodrigues, região do Jardim Aeroporto, em Campo Grande, na noite desta terça-feira (8). Conforme apurou a reportagem, houve a entrega de uma motocicleta, prêmio de uma rifa, e por isso ocorreu a concentração do grupo.

Veja também

Ela estava na motocicleta com o marido no momento do acidente

Últimas notícias