Mercedes López, de 48 anos, que caminhava na rua Cerro León, esquina com Blas Garay, em , morreu ao ser atropelada por um motociclista, que não prestou socorro à vítima e fugiu do local. Ela chegou a ser levada para o Hospital Regional, mas não resistiu.

O legista, Dr. César González, relatou em laudo pericial que a provável causa da morte foi “politraumatismo múltiplo”. Até o momento, não há informações sobre o condutor da motocicleta.

Segundo policiais da Segunda Delegacia de Polícia Jurisdicional de Pedro Juan Caballero, as circunstâncias do acidente, que aconteceu no bairro General Díaz, também estão sendo investigadas.