Os filhos de 7 e 10 anos de Michelli Alves Custódio, de 36 anos, viram quando a mãe foi atropelada e teve o corpo arrastado pelo veículo Renault Sandero conduzido por um motorista bêbado, na madrugada desta quinta-feira (13), em , na Avenida Fábio Zahran.

Michelli tinha acabado de chegar de viagem de Corumbá. Ela havia guardado o carro na garagem e saiu para a calçada para atender uma mulher. As duas estavam conversando quando o carro surgiu desgovernado, invadindo a calçada e atropelando a vítima.

O corpo de Michelli foi arrastado por alguns metros e rastros de sangue ficaram pelo local, como um dos chinelos da vítima. Um morador, Celeido Duceu, de 62 anos, contou ao Jornal Midiamax que os filhos de Michelli correram até a sua casa dizendo que a mãe havia sofrido um acidente. 

O carro seguia pela Avenida Fábio Zahran quando bateu no meio-fio e estourou um dos pneus. Desgovernado, atingiu as mulheres na calçada. Michelli teve politraumatismo e morreu no local. 

Motorista matou jovem após assistir partida de futebol

A mulher que estava com Michelli foi socorrida inconsciente para o hospital. Informações são de que o motorista estaria assistindo ao jogo do e, quando saiu do local, atropelou Michelli. Ele estava com o uniforme do time. 

Após o atropelamento, o celular e uma corrente de ouro de Michelli sumiram e a suspeita é que tenham sido furtados.

Lindalva Maria da Silva, de 59 anos, foi nesta manhã até a casa da sobrinha para tentar entender o que aconteceu. “Ela era trabalhadora, maravilhosa, cuidava dos filhos, não merecia isso”, disse a mulher que ainda revelou que a mãe de Michelli estava em Santa Catarina para passar o feriado, mas que já está voltando após saber do acidente da filha. 

Local onde aconteceu o atropelamento (Nathália Alcântara, Midiamax)

O atropelamento

O atropelamento aconteceu por volta da 1h40 da madrugada, quando Michelli estava na calçada da esquina da Rua Ouro Branco com a Avenida Fábio Zahran. O carro invadiu a calçada e atropelou a mulher que morreu no local.

Um homem de 32 anos que presenciou o acidente tentou impedir a do motorista se jogando no veículo e acabou arrastado pelo carro até a outra esquina da via. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado e o homem e a passageira do carro que era conduzido pelo autor foram levados para o hospital para atendimento e não há informações sobre o estado de saúde.

Foi feito teste do bafômetro no motorista que deu como resultado 0,83 mg/l. Ele foi preso em e encaminhado para a delegacia.