Morto em confronto com o Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), na manhã desta quarta-feira (24), em Sidrolândia, Lucas Cáceres Kempener é suspeito de ter estuprado uma das que está grave após ser queimada em um incêndio provocado por ele.

Segundo a Polícia Civil, a mulher havia terminado o relacionamento após encontrar vídeos de pornografia infantil com ele.

Ele respondia por tentativa de homicídio contra as duas crianças, de 3 e 10 anos, além do incêndio criminoso. As vítimas tiveram queimaduras de 3º e 4º grau, além de traumatismo craniano.

Ele teria entrado três vezes na residência da ex cometendo os atos de crueldade, inclusive matou o cachorro das vítimas.

À polícia, a mulher disse que ele já havia a ameaçado e tinha antecedentes por porte ilegal de arma de fogo.

Confronto

Nesta manhã (24), ocorreu da Delegacia de Polícia Civil de , com apoio operacional do , que previa o cumprimento do mandado de prisão contra ele.

Ao ser encontrado e dada voz de abordagem, o autor, que estava armado, atentou contra os policiais, que revidaram.

Ele foi atingido e levado para o hospital, mas morreu.