Diego Alves

Policiais da Derf (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos) prenderam um homem de 23 anos responsável por cometer roubo em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) na última segunda-feira (8) e furto em uma residência nesta terça-feira (9). Ele possui 17 registros policiais, entre elas roubos e furtos.

De acordo com a polícia, no roubo no dia 8, ele estava internado na UPA do Bairro Coophavilla II após se envolver em uma briga e levar uma facada no braço. Enquanto recebia o atendimento, o roubou o celular de uma senhora de 59 anos que estava acompanhando um parente em observação, na maca ao lado. O autor ameaçou a mulher e roubou o aparelho.

Já na manhã do dia 09, uma vítima registrou um boletim de ocorrência informando que sua casa foi furtada. Ele pulou o muro da casa, arrombou a porta dos fundos e subtraiu uma TV 55 polegadas, um vídeo game pequeno e R$ 15 totalizando um prejuízo de cerca de R$ 2.924,00. A vítima apresentou imagens de câmera de segurança à polícia.

Ao analisarem as imagens, os investigadores reconheceram o autor. Os policiais já estavam à procura dele por causa do roubo dentro da UPA.

Ele foi localizado em via pública, confessou os crimes e disse que já havia vendido os objetos subtraídos, por R$ 200 para um homem que estava em um carro branco e usou o dinheiro para comprar comida e drogas. Durante a abordagem, os policiais constataram que o criminoso apresentava lesões na cabeça, na face e no braço.

Ao ser questionado sobre as lesões, disse que foi agredido por populares por volta de 9h da manhã daquele dia, que o acusavam da prática de crimes na região dos bairros e Centenário. Os policiais civis o encaminharam ao posto de saúde e depois foi preso.