Época de declaração do Imposto de Renda é de correria tanto para os contadores quanto para os contribuintes. Faltando pouco mais de um mês para o fim do prazo para declarar, escolher um profissional de confiança pode ser um desafio para clientes que querem evitar uma possível dor de cabeça.

Presidente do CRC/MS (Conselho Regional de Contabilidade), Otacílio dos Santos, explica que o Conselho é um órgão fiscalizador, e que recomenda que todo cliente, ao contratar o serviço de assessoria contábil, busque primeiramente saber se o profissional está apto para a função.

“Existem maneiras do contratante do serviço contábil saber se aquele profissional está apto. A mais fácil é solicitar a carteira de identidade do contador e procurar no site o Certificado de Habilitação Profissional”, explica. Para acessar o serviço clique aqui.

O prazo para declarar o Imposto de Renda termina no dia 31 de maio. E quanto mais perto do fim, maior a procura por contadores pelos ‘atrasadinhos do IR’. Por isso, a oferta acaba ficando menor.

Contador regular

Se o profissional estiver regular, todas as informações referentes ao registro profissional vão aparecer na tela. Mas, caso tenha problemas, aparece uma mensagem pedindo para que a pessoa entre em contato com o CRC.

O serviço é nacional e pode ser consultado sobre qualquer profissional do país. O presidente esclarece, ainda, que em casos de desconfiança, qualquer pessoa pode procurar o Conselho para obter informações sobre o profissional ou realizar denúncias.

Ainda segundo Otacílio, não há uma tabela de preços cobrados pelos profissionais, por exemplo. Cada profissional é livre para precificar o seu trabalho em Mato Grosso do Sul.

Ele explica que o preço cobrado varia e cada caso é diferente. “Vai depender do volume de informações e complexidade da declaração”, explica ao Jornal Midiamax. Outra maneira de encontrar um profissional de confiança é pedindo indicações para amigos.

Golpe

A escolha de um profissional para confiar as suas finanças é de extrema importância, pois em janeiro, uma empresária de Campo Grande descobriu dívida de mais de R$ 1,5 milhão ao levar um golpe do próprio contador. Em 7 anos de empresa, a assessoria contábil contratada não teria pago os impostos devidos, mesmo tendo recebido o dinheiro para tal finalidade.

O profissional acusado de aplicar o golpe na empresária é técnico em contabilidade e teve seu registro profissional cassado em dezembro de 2021. Apesar disso, continua prestando serviço de assessoria contábil.

A própria empresária lesada afirma que o escritório dele continua funcionando normalmente, mesmo após a descoberta do golpe. Segundo informações da polícia, o homem tem histórico de problemas com clientes.