Vizinhos da kitnet, onde um homem foi esfaqueado 10 vezes, acordaram com a gritaria durante a confusão da briga entre “amigos”, na madrugada deste domingo (14), no Tijuca. Há marcas de sangue pela residência, entretanto, vítima não corre risco de morte.

Sem se identificar, moradores relatam que escutaram gritos de mulheres, homens e crianças, em seguida notaram a chegada da e Corpo de , mas afirmam que preferem não se envolver em assuntos dos vizinhos por medo.

“Acredito que sejam usuários de droga. Recentemente se mudou um, mas entra e sai gente do mesmo tipo. Sempre tem confusão ali, o que preocupa a gente é que tem criança”, disse um morador.

A moradia é precária, a kitnet é de fundos e não tem pintura, possui matagal e brinquedos espalhados. “Tem uma movimentação ali, mas ninguém se envolve por medo”, afirma.

Marcas de sangue na casa (Henrique Arakaki, Midiamax)

Crime

Um homem, de 41 anos, foi levado para a Santa Casa de após ter sido esfaqueado 10 vezes, pelo namorado da vizinha. O trio ingeria bebida alcoólica, quando se desentenderam.

Por volta das 2h32, o proprietário da casa acionou a polícia informando que os inquilinos das kitnets dos fundos da residência estavam brigando. A Polícia Militar foi até o local e avistaram a vítima pedindo ajuda pela janela.

Ele informou aos PMs que bebia com a vizinha e o namorado dela, quando o casal começou uma discussão, que acabou se generalizando entre eles. O suspeito decidiu ir embora, mas voltou com uma faca, esfaqueando a mão do rapaz.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, a vítima correu para sua casa, quando foi atingida com mais outras facadas. Ele disse que fingiu que estava morto para cessar os golpes. Ao todo, o corpo estava com 10 perfurações, mas em pontos não letais.

O foi acionado e encaminhou o rapaz ao hospital, sem risco de morte. A vizinha e o namorado não estavam no local quando a PM chegou. O caso está sendo investigado.