O corpo de Cinthya Mendieta Cuellar, 32 anos, está sendo levado nesta sexta-feira (31) para cidade de Concepción, nas proximidades da fronteira com no Mato Grosso do Sul. Ela era de nacionalidade paraguaia e foi assassinada pelo marido.

A vítima foi encaminhada inicialmente ao Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal) de Dourados e será transladada para o país vizinho, em sua cidade natal, onde será velado e sepultado, segundo informações do Rio Brilhante em Tempo Real. 

Cinthya Mendieta, de 32 anos, executada a tiros nesta quinta-feira (30), tinha medida protetiva contra o marido Anézio Areco Alves, de 42 anos. O feminicídio seguido de suicídio aconteceu em Rio Brilhante, a 158 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o delegado Goethe Junior, da Delegacia de Rio Brilhante, foi verificado ao menos um boletim de violência doméstica registrado pela vítima contra o autor. Na ocasião, ela teria solicitado medida protetiva.

Saiba Mais