Dois sequestradores, que seriam membros de uma quadrilha ligada ao crime organizado, foram mortos na manhã desta sexta-feira (24), na região de Cerro Corá, em Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.

Segundo informações apuradas até o momento, os criminosos foram atingidos por agentes do Departamento Anti-Sequestro da Polícia Nacional durante troca de no bairro Maria Auxiliadora.

De acordo com a Polícia Nacional, um dos mortos seria Hugo César Lazarte Argüello, considerado o líder da quadrilha sequestradora e que também comandou o resgate de Teófilo Samudio, vulgo’ Samura’, que estava sob custódia, que resultou na do comissário Félix Ferrari. 

A identidade do segundo criminoso ainda não foi divulgada pela polícia paraguaia, que não descarta que os dois mortos estejam ligados ao sequestro recente ocorrido no bairro Mafussi, onde um funcionário de um estabelecimento rural, foi sequestrado e posteriormente liberado após pagar uma quantia em dinheiro.

Essa mesma quadrilha, segundo a Polícia Nacional, também pode ser responsável pelo rapto do brasileiro de 74 anos, juntamente com o seu capataz e o filho. O crime aconteceu em dezembro de 2022, no bairro Mafussi. Os reféns também foram libertados após familiares pagarem resgate de 40 mil dólares.

Saiba Mais