Colisão entre dois veículos causou ferimentos em uma mulher de cerca de 40 anos que conduzia um GC Corsa Classic de cor prata na , na Vila Bandeirante, na capital. O acidente, registrado por volta das 18h desta terça-feira (23), aconteceu próximo ao corredor de ônibus que corta essa via.

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, a mulher bateu a cabeça, mas foi encaminhada para uma unidade de saúde consciente e orientada.

Utilizando o corredor de ônibus, o condutor de um veículo Fiat Siena de cor branca, de cerca de 60 anos, transitava havia mais de uma quadra pelo espaço exclusivo para ônibus quando acabou atingindo o veículo Corsa Classic.

Com o impacto, os dois automóveis invadiram a calçada e destruíram o exaustor de uma chopperia. O resgate foi acionado e uma motossocorro do Corpo de logo chegou no local.

Funcionário da chopperia afirmou ao Jornal Midiamax que acidentes no local são comuns. No entanto, agora a situação vai gerar mais prejuízo ao estabelecimento do que outros acidentes registrados ali, já que um novo exaustor custa cerca de R$ 20 mil.

Acidentes nos corredores de ônibus não são raros. Muitos condutores usam esses espaços para trafegar, causando acidentes. Paralela à Rua Brilhante, na Avenida motoristas constantemente se confundem com o corredor de ônibus presente na faixa esquerda da via.

No cruzamento da avenida com a Rua Salim a situação fica ainda mais complicada. Segundo comerciantes da região, nesse ponto acontecem acidentes todos os dias.  “O pessoal usa o corredor para aumentar a velocidade e é onde dá problema. Tem motoristas rápidos no corredor e outros querendo fazer conversão na Salim Maluf e daí acontece acidente, é todo dia e a maioria é com motoqueiros”, conta Valdeir Pereira dos Santos, 50 anos, que é proprietário de uma loja de veículos há 10 anos no local.

Estragos causados por acidente. (Henrique Arakaki, Midiamax)

*Matéria editada às 19h para inclusão de informação.