Um taxista de Campo Grande foi vítima de estelionato durante uma corrida no centro da Capital, na última sexta-feira (28). O motorista, que trabalha para uma empresa de táxi, atendeu uma corrida por volta das 16h na Rua Brilhante, na frente de um supermercado.

Conforme o boletim de ocorrência, no local estava um homem usando paletó de cor preta, entre 30 e 35 anos. Ao iniciar a corrida, o homem se identificou como Matheus e como advogado de uma rede de supermercados e que precisava ir até a Central do Cidadão, na Rua Marechal Rondon, no Centro da Capital.

Ainda de acordo com o registro policial, o taxista aguardou o homem no estacionamento da Central do Cidadão, pois o levaria de volta para a Rua Brilhante. Poucos minutos depois de ter entrado, o estelionatário voltou e pediu emprestado R$ 1 mil que faltava para pagar uma conta alegando que o local já iria fechar e que depositaria logo em seguida o valor para o taxista. 

O motorista acreditando na promessa, foi até a agência de um banco na Rua Euclides da Cunha e sacou R$ 1 mil da própria conta e emprestou ao homem. Os dois retornaram até a Central do Cidadão e o taxista aguardou no carro por meia hora até que foi na porta do local e não encontrou o indivíduo. 

O criminoso ainda ficou com o cartão da vítima na agência bancária afirmando que iria apresentá-lo para a chefe para comprovar que pegou o dinheiro emprestado do taxista. 

O caso foi registrado como estelionato contra idoso na Depac-Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).