Rithely Gonçalves Santos, de 30 anos, desaparecido há uma semana após sair de casa no Itamaracá, em , foi localizado na manhã desta quarta-feira (29) por policiais da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios) em uma quitinete no Bairro .

Conforme apurado, o rapaz estava desde domingo (26) no local, frequentado por usuários de drogas, travestis e garotas de programa.

A proprietária do imóvel, uma idosa, contou que sempre aluga as casas para travestis realizarem programa e que viu o rapaz no local desde domingo, mas só na terça-feira (28) após ver na TV reportagem sobre o desaparecimento que reconheceu o jovem. Ela disse ainda que chegou a dizer para ele avisar a família.

A motocicleta do rapaz também estava lá. A idosa contou ainda que na segunda-feira ele havia saído para trabalhar.

Após inúmeras mensagens, ele respondeu uma prima na noite de ontem dizendo para avisar que voltaria para casa.

O rapaz não entrou em contato com a família. Após diligências, ele foi localizado pela DEH.

Desaparecimento

O pedreiro estava desde a última terça-feira (21). Ele não chegou para trabalhar e a última vez que foi visto, por volta das 23h, estava na companhia de um amigo.

família registrou boletim de ocorrência de desaparecimento no último sábado (25) após o amigo ter sido visto com a motocicleta da vítima na quarta-feira (22). “Eu estava dormindo, acordei no outro dia cedo, ele saiu e demorou para voltar, mas não apareceu para trabalhar”, explicou a , Silvana Gonçalves dos Santos, de 49 anos.

Ela informou que chegou a ligar para o patrão do filho, que disse que ele não tinha ido trabalhar. Rithely tinha comprado a motocicleta há cerca de 15 dias, segundo a mãe, do próprio patrão, para usar no deslocamento até o serviço.