Terceiro sargento da de Mato Grosso do Sul, de 46 anos, que foi condenado a dois anos e seis meses de prisão por recusa de obediência e uso de documento falso, está preso em Campo Grande.

De acordo com denúncia do (Ministério Público do Mato Grosso do Sul), a partir de IPM (Inquérito Policial Militar), o terceiro-sargento se negou a cumprir ordem superior para acabar com festa clandestina que acontecia durante a pandemia de covid-19.

O sargento é lotado na 7ª Companhia Independente da PM em e, conforme a denúncia, teria recebido uma ordem para atender ocorrência de festa clandestina em plena pandemia da Covid-19, em 2021, em condomínio na Rua São Pedro e não cumpriu.

Ele teria justificado à época aos superiores que sua equipe estava se dirigindo até o local quando foi abordada pela Vigilância Sanitária solicitando apoio da guarnição para atender chamado fora da cidade.

O policial se apresentou no dia 29 de setembro no 9º BPM em Campo Grande. Ele cumpre no Presídio Militar Estadual.