A PMA (Polícia Militar Ambiental de Corumbá) e prendeu um pescador ilegal por pesca predatória durante fiscalização fluvial no Rio Paraguai, na região conhecida como Castelo, localizada a 95 km de Corumbá, nesta quinta-feira (12).

Ele foi flagrado pela equipe, que trabalha na operação Piracema em vigilância aos cardumes, em uma embarcação com motor de popa, quando pescava neste período proibido de defeso (crime) e ainda havia capturado pescado acima da cota permitida, o que também é crime.

Segundo a polícia, o infrator havia capturado diversos exemplares de peixes das espécies pintado, cachara, pacu, curimbatá e piranha, pesando 279 kg (quantidade acima da permitida pelas normas – crime também). Além do pescado, com o pescador foram apreendidos: um barco de alumínio e um motor de popa de popa utilizados na pescaria ilegal.

Ele recebeu voz de prisão e responderá por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória. Se condenado pelo crime, poderá pegar pena de um a três anos de detenção. Ele também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 6.280,00. O pescado será doado para instituições depois de periciado.