O piloto Laurentino Zamberlan, conhecido como “Gauchão”, morreu após o avião agrícola cair em uma propriedade rural de Ponta Porã. Laurentino trabalhava na empresa Uniagro Aviação Agrícola, proprietária da aeronave. Segundo informações, a queda teria ocorrido durante uma tentativa de decolagem.

Laurentino era natural do e morador de Dourados, com mais de 30 anos de experiência. A empresa onde ele trabalhava prestou um comunicado sobre o acidente. “A Uniagro Aviação Agrícola LTDA comunica que uma de suas aeronaves sofreu um acidente na manhã de hoje. A situação foi comunicada aos órgãos competentes e ao centro de investigação e os procedimentos de emergências já foram providenciados. As causas do acidente são desconhecidas e somente após a investigação do órgão competente será possível conhecê-las. Outros detalhes serão anunciados tão logo estejam disponíveis”, escreveu a empresa de aviação.

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, Laurentino era proprietário de um comércio de produtos de limpeza. A empresa, chamada Lqz Zamberlan, publicou um comunicado de falecimento. “É com extremo pesar que comunicamos o falecimento do nosso chefe Laurentino Zamberlan. Sentiremos a sua falta e que descanse nos braços do pai. Deus conforte sua esposa e filhos”, descreve o comunicado.

Nas redes sociais, amigos e colegas de trabalho prestaram suas condolências a família. Manoel Divino escreveu: “Que triste era meu amigo trabalhamos e dividimos um apartamento quando voei em Rio Brilhante que Deus o tenha e conforte toda família”.

“Uma lástima, excelente piloto e companheiro de trabalho!”, comentou Denilson Todescatto. 

Aeronave caiu nesta manhã (Foto: reprodução, redes sociais)

As autoridades da Polícia Civil e também equipes da perícia técnica estiveram no local do acidente para investigação e coleta de informações. A propriedade fica nas proximidades do posto da PRF (Polícia Rodoviária) do Capey.

**Com informações do Ponta Porã News.

Saiba Mais