A DHPP (Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoas) está em uma nesta sexta-feira (6), em São Paulo e no Paraná, atrás dos suspeitos de matar e carbonizar os corpos de Marcelo dos Santos Vieira, de 45 anos, e Thiago Brumatti Palermo, 30 anos. O crime aconteceu no dia 24 de julho deste ano no bairro Nova Campo Grande.

De acordo com o delegado titular da DHPP, Carlos Delano, duas equipes estão nos dois estados em diligências, e prisões já foram feitas, mas detalhes só serão revelados posteriormente para não atrapalhar a operação. Equipes do e do (Grupo de Operações e Investigações) estão em apoio.

Os corpos dos dois homens foram encontrados em uma estrada de terra na Avenida Wilson Paes de Barros, no bairro Nova Campo Grande. O local onde os corpos foram encontrados ficava a 500 metros da Avenida General Carlos Alberto de Mendonça. 

A região é conhecida por ser uma localidade de ‘desova’. Os corpos estavam totalmente carbonizados dentro de um veículo Ford Fiesta. Um dos corpos estava no banco traseiro e o outro no porta-malas do veículo.

Os moradores da região se deparam com motos e carros pegando fogo constantemente, segundo relatos feitos ao Jornal Midiamax. O montador de palcos, Alisson Santos, contou na época, que presenciou motos carbonizadas nos últimos meses. “Sempre vejo carros e motos pegando fogo aqui. Nos últimos meses, vi três motos carbonizadas”.

Um trabalhador da construção civil que passava pela avenida e não quis se identificar também afirmou: “Esse lugar é usado com frequência para jogar corpos. Direto eu via a polícia aqui nessa área, mas há um tempo já não vejo. Também já vi carros queimados por aqui”.

Saiba Mais