Uma mulher, de 31 anos, denunciada por maus-tratos de animais, foi presa na manhã desta terça-feira (31) depois de desacatar o delegado e a equipe de policiais que foram à casa dela para averiguar a denúncia. O caso aconteceu no bairro Jardim Rancho Alegre em Campo Grande.

De acordo com o delegado titular da (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista), Bruno Urban, a mulher foi presa por maus-tratos de animais, desacato e calúnia contra público.

“Chegamos ao local e identificamos a situação relatada na denúncia. Ela se apresentou como tutora dos animais, perguntamos se eles tinham algum veterinário e ela nos disse que não tem e que não iria cuidar deles. Ela começou a nos ofender e disse que somos todos corruptos. Quando a equipe de apoio chegou, dei voz de prisão e ela foi conduzida à delegacia”, explica.

Segundo o delegado, os cães estavam com ela há dois anos. As feridas e infestação de carrapatos indicam que eles estavam sem cuidados há mais de seis meses. Os cachorros também estavam bastante sujos e magros.

“Ela estava dolosamente permitindo aquela situação. Nossa equipe de peritos constatou que esses cachorros não recebiam cuidados há mais de seis meses”, afirma. À polícia a mulher alegou falta de dinheiro e que tem dois filhos autistas para cuidar. “Não duvidamos disso, mas não justifica”, ressalta.

Os animais ficam sob os cuidados da mãe da tutora. A mulher foi instruída sobre os cuidados adequados. A tutora foi presa e deve passar por audiência de custódia nesta quarta-feira (1º).

Saiba Mais