Um menino de 6 anos revelou às professoras nessa terça-feira (9), durante uma atividade em sala de aula, de uma escola municipal, em , ter sido estuprado. Os pais da foram chamados até a unidade escolar. O caso será investigado pela DEPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Segundo informações da que atendeu Ao chamado da direção da escola, o menino estava em sala de aula durante uma atividade em mural, quando perguntou aos coleguinhas se eles queriam ver suas partes íntimas, baixando as calças em seguida.

A questionou o menino porque ele havia tomado tal atitude, quando a criança respondeu que os vizinhos dele, adolescentes de 17 anos, mostravam as partes íntimas para ele e faziam com que a criança fizesse o mesmo. 

O menino ainda revelou que se não fizesse o que eles mandavam seria proibido de jogar futebol com eles. Os pais da criança foram chamados até a escola.

O pai disse ter notado durante o banho no filho, que ele estava com as partes íntimas vermelhas e reclamava de dores. Mas, ele acreditou que seria por ter se machucado brincando.

Os pais e a criança foram levados até a DEPCA, que irá investigar o caso registrado como estupro de vulnerável.