O irmão de 12 anos da criança abusada sexualmente e esfaqueada no Jardim Campo Nobre, em Campo Grande, auxiliou na identificação do acusado, na sexta-feira (2). O menino indicou para Polícia Militar informações que determinou a do homem de ficha reincidente em estupro de vulnerável.

Por volta das 16h, os irmãos e outra criança brincavam próximo a um córrego, quando o acusado de 36 anos abordou violentamente o trio, exigindo que ela o acompanhasse em uma pescaria, a criança se negou, quando ele forçou o estupro às margem do córrego. A vítima gritava e foi esfaqueada no pescoço.

O menino detalhou características do acusado, como a vestimentas, a , uma rede verde e uma caixa de madeira. Moradores indicaram o barraco onde o homem morava, que dividia com outros de 20 e 47 anos. No endereço, a equipe tirou fotos do trio e mostrou ao garoto, que reconheceu o suspeito.

Pouco depois, ele foi localizado, deitado na casa e cm a faca de aproximadamente 25 cm ao lado. Ele ainda resistiu à prisão com socos, dificultando ser algemado. A rede de e a caixa de madeira foram encontradas no barraco.

Ficha criminal

O homem já respondeu por estupro de vulnerável, em 2019. Sobre o novo crime, confessou que tentou aliciar a criança, mas que a facada teria sido acidental. Os outros dois detidos também foram levados para delegacia por favorecimento em esconder o suspeito.

Criança foi esfaqueada cinco vezes

A vítima está internada na Santa Casa de Campo Grande, em quadro estável e aguardando exames de imagens. A mãe informou ao Choque que a médica indicou cinco lesões causadas pela faca, no pescoço e clavícula.