Valdomiro Pereira, de 54 anos, encontrado morto a tiros dentro de casa no Teijin, em Nova Casa Verde, distrito de , cidade a 297 quilômetros de Campo Grande, no dia 12 deste mês, foi assassinado pela amante de 31 anos e por um comparsa dela, de 22. Ele também teve valores retirados de sua conta bancária, após o crime.

O motivo, de acordo com a polícia, é pelo fato de que Valdomiro disse que iria contar para o marido da mulher de 31 anos, sobre o relacionamento amoroso que tinha com ela. A mulher então não aceitou e cometeu o crime. As prisões foram feitas pela Polícia Civil de .

No dia do crime, uma equipe da SIG (Seção de Investigações Gerais) foi ao local e se deparou com a vítima. No dia seguinte, a polícia descobriu que uma quantia substancial de havia sido retirada da conta bancária da vítima após sua morte.

Dois suspeitos então foram identificados, sendo o homem de 22 anos e uma mulher de 31 anos. Com as informações, os policiais iniciaram buscas para localizá-los. Conforme a polícia, em trabalho conjunto com o serviço de inteligência policial de Nova Andradina, o suspeito foi localizado em uma rodovia entre Nova Andradina e Taquarussu. Durante a entrevista, ele, de acordo com a polícia, confessou sua participação.

A busca pela mulher suspeita, de 31 anos, levou os investigadores até um posto de combustível na cidade de Taquarussu, onde ela foi presa. Durante oitiva, ela também confessou sua participação no crime e a subtração do dinheiro da conta.

Também relataram a manipulação das câmeras de segurança da casa da vítima, do DVR e do celular da vítima. Essas ações tinham como objetivo dificultar a identificação da autoria.

A equipe de investigadores conseguiu recuperar parte dos objetos, que estavam dispersos na mata às margens da rodovia que liga Nova Andradina ao Distrito de Nova Casa Verde, a 60km do centro da cidade. Os dois então foram presos e estão à disposição da justiça.