Um homem de 39 anos foi preso em flagrante após a polícia encontrar uma de fogo dentro de um cofre em uma loja de joias na região central de , na manhã desta quinta-feira (30). 

A prisão faz parte da Operação Gold Miner, deflagrada nesta quinta contra o furto de joias em residências da Capital. Além da arma, a polícia encontrou três carregadores municiados e diversas joias sem origem comprovada. 

O homem responderá pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e receptação qualificada, se adquirir, receber, transportar, conduzir, ocultar, ter em depósito, desmontar, montar, remontar, vender, expor à venda, ou de qualquer forma utilizar, em proveito próprio ou alheio, no exercício de atividade comercial ou industrial, coisa que deve saber ser produto de crime.

Operação

Uma empregada doméstica era investigada pelo furto de cerca de R$ 1 milhão em joias da patroa, segundo informações da polícia. Quatro homens, entre eles um ourives, foram levados para a 3ª Delegacia de Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira, por equipes do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros) durante a deflagração da operação contra furto de joias.

A operação cumpre cerca de 14 mandados de busca e apreensão depois de vários furtos de joias a residências para a venda e comércios da cidade. Informações são de que o ourives, assim que recebia as joias, derretia as peças. Ele não tem registro e nem cadastro.