Uma funcionária da concessionária da foi indiciada pela Polícia Civil por peculato e após desvios de ao enganar consumidores com contas ‘fantasmas’ em atraso. O caso ocorreu em Bataguassu, a 335 quilômetros de .

Segundo consta na denúncia, a funcionária induzia em erro os clientes com contas pendentes de pagamento – contas ‘fantasmas’, dizendo que os valores pagos deveriam ser recolhidos por ela diretamente.

Com isso, os consumidores acreditando estarem inadimplentes faziam os pagamentos a ela.

Sete vítimas foram identificadas durante as investigações, mas acredita-se que o número de vítimas seja o triplo. Segundo informações da concessionária, a funcionária foi demitida logo após o conhecimento dos fatos.

Em nota, a Energisa disse que “a atendente citada na reportagem era funcionária de uma terceirizada e que não faz mais parte do quadro da prestadora. A Companhia reforça que não compactua com este tipo de conduta e informa que está acompanhando a investigação do caso”

Saiba Mais