Um homem de 39 anos foi preso na sexta-feira (27) devido a mandado de prisão preventiva por submeter adolescentes à prostituição em , cidade a 229 km de Campo Grande. Os trabalhos de investigação da polícia apontam para pelo menos seis vítimas e ele deve responder por estupro de vulnerável por induzir ou atrair alguém à prostituição.

O homem mantinha relações sexuais com as menores em troca de , cigarros eletrônicos, aparelhos celulares e ainda fornecia bebidas alcoólicas. A suspeita é de que o crime venha sendo cometido deste 2022.

Segundo o Dourados News, há uma denúncia contra ele feita pelos pais de uma adolescente de 14 anos. O homem teria oferecido R$ 150 para cometer o abuso. 

O mandado foi cumprido na casa do homem, que fica no América. Lá, a polícia encontrou diversos objetos para relação sexual, bebidas alcoólicas e aparelhos celulares. 

A vigilância sanitária foi acionada porque no local funciona uma pizzaria, onde foi encontrado lixo acumulado, alimentos com produtos abertos utilizados para a produção das pizzas e massas prontas expostas de forma insalubre.

Segundo a polícia, o acusado buscava por adolescentes virgens e não teria utilizado preservativo em algumas das relações sexuais. “A equipe policial reuniu uma vastidão de elementos de provas dos delitos, dentre filmagens em tabacaria, vídeos das ‘festinhas’, mensagens trocadas entre os adolescentes e entre vítimas e suspeito, além de extrato de entrada em motel onde ele levou adolescentes e manteve relação sexual”, diz comunicado enviado à imprensa.

O homem foi encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), e deve ser transferido à PED (Penitenciária Estadual de Dourados) na próxima semana.

Ele deve responder pelo estupro de vulnerável e crime previsto no artigo 228 da Lei 2.840, que é induzir ou atrair alguém à prostituição.