Dois meses antes de ser assassinada a facadas, com cerca de seis golpes, nesse domingo (19), em , Daniele Alves Veloso, de 28 anos, denunciou o que tentou matá-la enforcada na frente do filho de 10 anos. O homem, na época, fez ameaças de sequestrar a filha do casal de 2 anos. A ameaça se cumpriu e a chegou a ser levada pelo pai após o crime deste domingo, mas foi deixada por ele na casa de um parente.

O registro da ocorrência foi feito no dia 21 de janeiro. Daniele procurou a e contou que manteve um relacionamento com o autor por quatro anos, mas que estavam separados. Os dois ainda moravam na mesma casa.

Neste dia, Daniele relatou que estava deitada no sofá quando foi surpreendida pelo ex-marido que passou a enforcá-la. O homem só largou o pescoço da vítima quando o filho de 10 anos passou a gritar por socorro.

Daniele contou que o ex-marido não aceitava a separação. O autor ainda teria voltado no mesmo dia e tentado novamente matar a mulher enforcada e mais uma vez o filho a salvou. Assim, ela resolveu sair de casa com as crianças, o menino de 10 anos e a menina de 2 anos, indo dormir na casa de amigos. 

Antes de sair, o ex-marido teria feito ameaças de que Daniele não seria de mais ninguém, e ainda disse à mulher que levaria embora a filha do casal de 2 anos.

Nesse domingo (19), após matar a facadas Daniele, o ex-marido fugiu e levou a filha do casal de 2 anos. A criança foi deixada horas depois com um avô, pai do autor do crime. Daniele chegou a ser levada para o hospital, mas morreu antes de ser atendida na unidade.

O autor do crime segue sendo procurado pela polícia.

Saiba Mais