Dois meses antes de ser sequestrada junto dos filhos, pelo ex-marido de 36 anos, em , no Bairro Zé Pereira, mulher de 32 anos registrou um boletim de ocorrência na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). O pai das crianças acabou preso nessa quinta-feira (22).

A mulher procurou a delegacia no dia 20 de abril, após o ex-marido fazer ameaças por mensagens de WhatsApp que mandava para o filho de 14 anos. “Avisa a sua mãe que já estou saindo, fala para ela tomar muito cuidado. Eu sei onde ela mora e trabalha”, dizia uma das mensagens. 

O primeiro boletim de ocorrência registrado pela mulher foi em 2021, quando ela solicitou medidas protetivas contra o autor e de lá para cá outros boletins de ocorrência foram registrados. Em janeiro deste ano, o ex-marido acabou preso por mandado da 3ª Vara da Violência Doméstica e Familiar.

No dia 23 de novembro de 2022, a mulher foi ameaçada com uma arma pelo ex-marido. Segundo ela, o ex-marido tinha duas armas e os filhos já teriam visto durante visitas.

Sequestro planejado, segundo a polícia

O pai das crianças tinha planejado o crime e membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) estariam envolvidos, segundo a delegada Rafaela Lobato, da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Ao todo, foram quatro pessoas presas, com idades de 18, 22, 27 e 36, um deles o pai das crianças. As crianças foram encontradas na casa da avó paterna, e agora a polícia vai investigar se a mulher teria envolvimento no sequestro.

A mãe das crianças, de 32 anos, foi agredida na cabeça e no tórax, quando levada junto dos filhos. Ela foi resgatada pelo Batalhão de Choque e pelo GOI em uma casa no Bairro Nova Campo Grande, onde era mantida em cárcere.

As crianças serão ouvidas em depoimento especial na DEPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente). Elas estão saudáveis e sem machucados. O pai foi preso e está de tornozeleira eletrônica. O pai das crianças tem passagem policial por homicídio depois de assassinar a ex-sogra com um tiro no peito.

O sequestro

Segundo a delegada Rafaela Lobato, da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), três crianças foram alvos do sequestro, mas uma menina de 11 anos conseguiu fugir e está com a família. 

Conforme a polícia, a mãe chegava com os três filhos em casa, a pé, quando foi abordada por pessoas em um carro Corsa Classic. A filha de 11 anos conseguiu fugir, mas a mãe e os outros dois filhos foram levados.

A mãe foi agredida e resgatada no Bairro Nova Campo Grande. A polícia investiga se haveria outros parentes coniventes com a situação. Um dos dois adolescentes apreendidos por envolvimento no crime, de 14 anos, é irmão das crianças e, segundo a delegada, participou do sequestro porque queria que todos os irmãos ficassem com o pai.

Assassinou a ex-sogra

Luzinete Rodrigues foi morta pelo genro, em 2010, no Bairro Jardim Lageado. O motivo do crime seria por desavenças constantes entre o acusado e os familiares da esposa, principalmente com a mulher que acabou sendo assassinada.