Uma discordância financeira entre um homem de 43 anos e uma garota de programa, de 22, foi parar na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Dourados. A confusão aconteceu na madrugada desta sexta-feira em um motel do bairro Jardim Brasília.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, equipe da Polícia Militar foi acionada para um motel na rua Nilson Vieira de Mattos.  

Aos policiais a mulher relatou ter sido contratada, por meio de WhatsApp, por R$ 300 a hora. Após o programa sexual, ela solicitou o pagamento que seria efetuado por meio de PIX. 

O contratante disse que não possuía o valor, sequer para pagar os R$ 90 da suíte do motel. O denunciado, que já possui algumas denúncias por falta de pagamento em serviços contratados anteriormente, foi detido e encaminhado para a delegacia.