Amigos lamentam nas redes sociais a partida de Alessandra da Penha Cardoso, 42 anos, que foi assassinada nesta terça-feira (29) pelo ex-marido, Eurico Costa Machado, de 50 anos, com uma facada no pescoço, em frente de casa, na cidade de Paranaíba, a 410 quilômetros de Campo Grande

O que se vê nas redes sociais é dor e sofrimento em meio às mensagens publicadas por amigos de Alessandra, que partiu precocemente. Um amigo escreveu: “Sem palavras!!! Querida Alessandra Cardoso. Chega de feminicídio!!!”, pediu.

Outra usuária trocou a foto de perfil e colocou de luto em homenagem a Alessandra e publicou: “Minha amiga, minha ovelha”, publicou.

E ainda, a última foto em família publicada por Alessandra foi em dezembro de 2022, com filhos e o presente. “Minha família é herança do senhor, Deus cuida de cada detalhe”, descreve a postagem.

Foto: Reprodução | Redes Sociais

Alessandra morreu enquanto voltava da delegacia para pedir medidas protetivas contra o ex

De acordo com o boletim de ocorrência, Alessandra estava chegando em casa, por volta das 10h30 da manhã, após ter ido à delegacia de para pedir medidas protetivas contra o ex-marido, quando foi atacada pelo homem com um golpe de faca no pescoço.

O autor do crime teria se escondido para atacar a vítima logo que ela entrasse na residência. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado, porém ao chegar no local, a mulher já estava sem vida. O autor fugiu a pé após o crime, mas logo foi encontrado pela equipe policial dentro de uma casa na mesma região. Ele confessou que teria esfaqueado a ex-companheira e que também já estaria pronto para ir embora para Portugal.

Alessandra e o ex que a matou (Reprodução Facebook)

O autor já era conhecido no meio policial em decorrência de constantes desavenças que ocorria entre o casal, conforme o boletim. 

Desesperado ao ver a mãe no chão, o filho da vítima acabou dando um soco na porta de vidro da residência e ficou com o braço machucado.

O crime foi registrado como feminicídio na DAM ( de Atendimento a Mulher) e o autor foi preso pela polícia e encaminhado a delegacia de Paranaíba.