Enteado de 23 anos é suspeito de esfaquear o padrasto, de 36, na madrugada desta quinta-feira (23), na Aldeia Nuporã, em Dourados, a 225 quilômetros da Capital. A casa da vítima ainda foi incendiada logo em seguida.

Segundo informações do boletim de ocorrência, registrado pelo chefe da Aldeia, ele recebeu a informação, por volta das 23h30, de que um dos indígenas teria tentado matar seu padrasto. Os dois estariam ingerindo bebidas alcoólicas na casa da vítima, quando iniciaram uma discussão.

Em dado momento, o enteado teria pegado um facão e acertado a cabeça e perna da vítima. O padrasto ainda conseguiu fugir e pedir socorro na casa de seu irmão, que acionou uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Por volta da 0h30, a do suspeito e esposa da vítima entrou em contato com o chefe da Aldeia para informar sobra a tentativa de homicídio. Ele, então, saiu de sua residência e viu que a casa do padrasto estava pegando fogo.

A cunhada da vítima informou que um adolescente de 15 anos seria o autor do incêndio. Devido aos ferimentos, o homem levou cinco pontos em sua cabeça e não corre mais risco de vida. O caso foi registrado como tentativa de homicídio e incêndio.

Saiba Mais