Foi identificado como Luiz Fernando Pereira Soares, de 27 anos, o homem morto a pauladas em um terreno no Jardim Leblon, no dia 17 de fevereiro. Ele é natural de Três Lagoas e a polícia ainda não conseguiu contato com a família.

Conforme as informações do delegado André Luis de Mendonça, da 6ª Delegacia de Polícia Civil, ainda não foram localizadas pessoas da família ou amigos de Luiz Fernando. A vítima foi encontrada morta por moradores na região do Leblon.

No entanto, no dia do crime os moradores relataram que nunca tinham visto o rapaz por ali. Inicialmente, a suspeita é de que Luiz tenha sido morto com golpes de madeira na cabeça.

O objeto estava ao lado do corpo e foi apreendido. O caso segue em investigação como homicídio simples.

Testemunha encontrou o corpo

O corpo estava encostado em uma árvore, em um terreno baldio na Rua Potiguaras, esquina com a Rua Tupi.

Conforme relato de testemunha, ela mora na região e percebeu o rapaz quando saiu para trabalhar, por volta das 7 horas. No entanto, pensou que ele estaria apenas descansando.

Já por volta das 15 horas, quando voltava para casa, a mulher notou que o homem ainda estava ali. Então, chamou uma vizinha.

As duas se aproximaram e perceberam que o homem já estaria morto. Corpo de foi acionado e foi identificado sangue no rosto do rapaz, além de um ferimento na cabeça.

Conforme o tenente Sanches, do , o homem teria morrido há pelo menos 6 horas. Porém, pode ser que as chuvas atrapalhem na identificação do tempo de morte.

Isso, porque o sangue ainda estaria com aparência de ser algo recente. também foi acionada ao local, bem como Polícia Civil e Perícia.

Alguns objetos foram encontrados nos bolsos da vítima, mas ela não portava documentos.

Saiba Mais