Douglas Alves Cardoso, de 23 anos, conhecido como ‘Gordão’, foi encontrado morto enforcado na manhã dessa quinta-feira (26), em uma cela do Presídio de Segurança de Naviraí, distante 366 quilômetros de Campo Grande. Douglas era acusado de fazer o ‘Tribunal do Crime’, julgamento praticado pelo PCC (Primeiro Comando da Capital) para punir inimigos.

Conforme o boletim de ocorrência, por volta das 5h30, cinco colegas de cela pediram ajuda a um policial penal, pois Douglas não estava passando bem. Ao chegar no local, o policial viu a vítima enforcada na grade, constatando que não apresentava sinais vitais e já estava em óbito.

O caso foi registrado como morte a esclarecer na 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil) de .

Envolvimento em duplo homicídio

De acordo com o site Tá Na Mídia Naviraí, Douglas foi preso em 28 de dezembro de 2022, em , com outras seis pessoas, acusadas de realizarem o ‘Tribunal do Crime’ do PCC. Eles estão envolvidos no homicídio de José da Silva Câmara, na época, com 23 anos, e Caio Henrique de Oliveira, 21. A foi assassinada no dia 24 de dezembro, véspera de Natal, de 2022.

Os corpos dos jovens foram encontrados na tarde de quarta-feira, 28 de dezembro, em uma mata às margens da rodovia, próximo à Laguna Carapã.