Em sessão de espancamento, marido coloca meia na boca da mulher para evitar grito por socorro em MS

Polícia chegou a ir duas vezes na casa da vítima
| 30/05/2022
- 09:19
Em sessão de espancamento, marido coloca meia na boca da mulher para evitar grito por socorro em MS
(Ilustrativa)

Um homem espancou a mulher em Aral Moreira, a 372 quilômetros de Campo Grande, durante este final de semana em e colocou uma meia na boca dela para evitar gritos por socorro. A polícia chegou a ir duas vezes na residência do casal.

De acordo com o registro da ocorrência, familiares acionaram a polícia na noite de sábado (28), e também na tarde de domingo (29), após a mulher fugir para a casa de uma sobrinha depois de ter sido espancada pelo autor. Foi dito aos militares que o homem chegou a colocar uma meia na boca da para que vizinhos não ouvissem os gritos de socorro. 

Na primeira vez que os policiais foram até a casa, a vítima negou que tivesse sido agredida, apesar dos ferimentos aparentes em seu rosto. Na segunda vez que os militares foram acionados, a mulher disse que havia caído.

Familiares disseram que a vítima tem medo de ser morta pelo marido. Ele não foi preso.   

Denuncie

Existem dois números para contato: 180, que garante o anonimato de quem liga, e o 190. Importante lembrar que a Central de Atendimento à Mulher (180), é um canal de atendimento telefônico, com foco no acolhimento, na orientação e no encaminhamento para os diversos serviços da rede de enfrentamento à violência contra as mulheres em todo o Brasil, mas não serve para emergências.

As ligações para o número 180 podem ser feitas por telefone móvel ou fixo, particular ou público. O serviço funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, inclusive durante os finais de semana e feriados, já que a violência contra a mulher no Brasil é um problema sério no país.

Veja também

Materiais foram encontrados durante vistoria na unidade.

Últimas notícias