Proprietário rural é multado em R$ 46,7 mil por incêndio que atingiu fazenda vizinha

De acordo com a PMA, policiais foram ao local e apuraram com o proprietário do imóvel
| 03/02/2022
- 23:26
Divulgação
Divulgação, PMA

Um empresário foi multado em R$ 46,7 mil por incêndio em sua propriedade e que atingiu propriedade vizinha em Bonito, cidade a 297 quilômetros de Campo Grande. Equipe da PMA recebeu informações de que o proprietário de um imóvel rural, localizado à margem da estrada conhecida como “Boiadeiro”, havia provocado incêndio em sua propriedade, atingido áreas de nascente de rio (protegidas) e ainda adentrado em uma propriedade vizinha.

De acordo com a PMA, policiais foram ao local e apuraram com o proprietário do imóvel, que realmente o fogo havia começado em uma área de limpeza de pastagem em sua propriedade, porém, não soube explicar como o fogo começou. As chamas se espalharam rapidamente pela pastagem e atingiram nascentes e matas ciliares do córrego Bonito, que são protegidas por lei como áreas de preservação permanente (APP). Além disso, o fogo adentrou em área de vegetação nativa da fazenda vizinha.

A equipe mediu a área afetada com uso de GPS, que perfez 16,65 hectares destruídos. O infrator (40), residente em Bonito, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 46.705,24 e poderá responder por crime ambiental. A pena prevista é de dois a quatro anos de detenção. O autuado foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA), junto ao órgão ambiental.

 

 

Veja também

Vítima tinha registro de medida protetiva contra ex-marido

Últimas notícias