Menina de 5 anos se recusa a usar vestidos e mãe descobre estupro de padrinho em MS

Homem acabou absolvido mesmo após depoimento especial da criança
| 31/05/2022
- 09:56
Menina de 5 anos se recusa a usar vestidos e mãe descobre estupro de padrinho em MS
(Ilustrativa)

Mesmo após estuprar afilhada de 5 anos por duas vezes, um homem de 64 anos acabou absolvido pela de Mato Grosso do Sul, com sentença mantida e publicada em Diário da Justiça nesta terça-feira (31). A mãe da teria descoberto os abusos após a menina se recusar a usar vestidos.

Segundo consta na denúncia, o homem se aproveitava que era padrinho da criança e que ela passava as tardes na casa de sua irmã para poder estuprá-la. O homem chamava a vítima para ir até os fundos da residência e, no local, estuprava a menina.

Em outra ocasião, o idoso ainda teria pedido para que a menina tirasse suas roupas para que ele pudesse observá-la. A criança obedecia ao padrinho, já que não entendia o que estava ocorrendo. A suspeita e posterior descoberta do crime se deu quando a criança se recusava a usar saias e vestidos, além de não gostar mais de ir até à casa do padrinho, ficando cada vez mais reclusa.

A criança prestou depoimento especial, na delegacia, confirmando os abusos. O idoso acabou absolvido, embora o relato da vítima tenha sido 'conciso e firme'. De acordo com a sentença, foi alegado que 'não havia outros elementos que respaldassem ou subsidiassem a condenação'.

Veja também

Últimas notícias