Membro do PCC que matou amigo de infância por rixa de facção é condenado a 19 anos

Vítima foi assassinada com tiros na cabeça
| 26/05/2022
- 16:39
Membro do PCC que matou amigo de infância por rixa de facção é condenado a 19 anos
Imagem ilustrativa (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Márcio Douglas Pereira Rodrigues, de 25 anos, vulgo ‘Irmão Articulador’ do PCC (Primeiro Comando da Capital), foi condenado nesta quinta-feira (16) pelo homicídio de Gean Blendão Pereira Rodrigues, 21 anos. Eles eram amigos de e o crime teria sido cometido por rixa de facções.

Conforme apontado pela denúncia, Gean foi morto a tiros na manhã de 5 de junho de 2018, na MS-455, na zona rural de Campo Grande. A princípio, Gean teria procurado o amigo para dizer a ele que não pertencia ao Comando Vermelho, facção rival ao PCC. Mesmo assim, o jovem foi levado para um local onde foi mantido em cárcere privado.

Foi feita uma conferência entre membros do PCC, por telefone, e foi determinada a morte de Gean pelo Tribunal do Crime. O jovem foi levado até as proximidades da Gameleira, onde teve mãos e pés amarrados e então foi ferido com tiros na cabeça pelo amigo.

Uma testemunha ainda encontrou Gean, que foi levado para a de Campo Grande, mas não resistiu aos ferimentos. O Conselho de Sentença determinou pela condenação de Márcio, nesta quinta-feira.

Ele foi condenado a 19 anos de prisão, em regime fechado, conforme sentença assinada pelo juiz Carlos Alberto Garcete, da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

Veja também

Policiais militares da 8ª Companhia Independente de Polícia Militar prenderam homem por porte ilegal de...

Últimas notícias