O mecânico de 40 anos ferido a no último sábado (12), quando saía do trabalho em Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande, está em coma na Santa Casa da Capital. A polícia já identificou o suspeito do crime.

Segundo o delegado Caique Ducatti, um suspeito já teria sido identificado. Existem linhas de investigação para a tentativa de homicídio, mas não foram reveladas pelo delegado para não atrapalhar as investigações. 

O mecânico foi atingido por tiros no rosto, nas costas, um total de três disparos e, de acordo com a Santa Casa, está em coma. O paciente deu entrada na unidade hospitalar no dia 12 às 18h04. Ele está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) sedado, intubado e em estado grave.

Ainda segundo a Santa Casa, ele aguarda procedimento cirúrgico pela equipe da bucomaxilofacial e avaliação da oftalmologia.

O crime

O mecânico saía do serviço com sua , quando por volta das 12h40 a vítima seguia pela Rua Onze de Outubro e no cruzamento com a Rua Francisco Martins foi ferido pelos disparos. O autor fugiu em seguida sentido Chapadão do Sul.

Familiares disseram no dia à polícia que desconheciam qualquer desafeto do mecânico, que foi socorrido pela sua esposa até o da cidade e depois encaminhado em vaga zero para Santa Casa devido à gravidade dos ferimentos.