Justiça de MS manda prender ex-goleiro Bruno por não pagar pensão

| 27/05/2022
- 21:18
Justiça de MS manda prender ex-goleiro Bruno por não pagar pensão
Bruno atualmente mora na cidade de Cabo Frio (RJ) (reprodução/Youtube)

A Justiça de Mato Grosso do Sul decretou a do ex-goleiro Bruno por dívida de pensão alimentícia ao filho Bruninho, que ele teve com a modelo Eliza Samúdio, assassinada em 2010. A decisão é do Alexandre Tsuyoshi Ito, do TJMS (Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul). Ele pode ser preso a qualquer momento.

De acordo com a decisão, Bruno terá que quitar todas as parcelas em três meses. O ex-goleiro deve aproximadamente R$ 60 mil, referente a dois salários mínimos por mês, desde janeiro de 2020. Bruno mora na cidade de Cabo Frio (RJ).

12 anos após o assassinato da modelo, Bruno foi condenado, cumpriu pena e agora se encontra em regime aberto, mas jamais pensão ao filho Bruninho, conforme já disse ao Midiamax, a avó, Sônia Fátima Moura, 52, que mora em Campo Grande.

“É direito do Bruninho, isso está em lei, e desde antes da minha filha ser assassinada, desde que ele estava na barriga dela, a Justiça tem sido muito negligente em relação ao meu neto”, lamentou Sônia.

Veja também

Magistrado alegou suspeição em processo de advogado após ser arrolado como testemunha

Últimas notícias