Jovem diz que foi ameaçada em salão após ser cobrada por valor não combinado

A jovem conta que a cabeleireira ficou nervosa e começou a ofendê-la
| 26/01/2022
- 03:23
FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA
FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA

Uma jovem de 26 anos afirma que foi ameaçada por uma cabeleireira na região central de Campo Grande. Ela conta que uma funcionária do salão, disse para ela que cobraria R$ 120 para fazer luzes no cabelo da jovem e que ela ainda ganharia uma reconstrução de brinde.

E, para a mãe da jovem, seria cobrado o valor de R$ 200 também para fazer luzes e aparar as pontas. "Porém, quando estava quase terminado nossos cabelos ela disse que ficaria R$ 1.400 tudo. Eu logicamente assustei e levantei do lavatório no mesmo momento e disse que ela não tinha dito esse preço" disse nas redes sociais. A jovem conta que a cabeleireira ficou nervosa e começou a ofendê-la, dizendo que ela estava colocando preço no trabalho dela. "E já fui saindo pra ir até minha mãe e fomos pra frente conversar com a dona do salão. Mas a dona dona acoitou a situação porque já estavam fazendo tocaia", diz.

Ela relata que, sob ameaças, a mãe foi até a um caixa eletrônico e fez um saque de R$ 1 mil para fazer o pagamento. "Eu pensei em correr para pedir ajuda de alguém mas estava no 4° andar, minha mãe foi e sacou o dinheiro que tinha, no caso R$ 1.000, pra sair dali sem que nos machucassem ou fizessem algo com as ameaças que disseram". Após sair do local, a jovem disse que ligou para a polícia e foi informada de que o caso era para ser registrado no Procon.

Veja também

Últimas notícias