Mayra de Lima Luna, de 22 anos, presa pelo assassinato do marido Douglas Novaes Rocha, 27 anos, usou o carro da vítima para levar o corpo até as proximidades do córrego Engano, onde foi desovado. Douglas foi morto a facadas na segunda-feira (14), em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, e o amante de Mayra, de 21 anos, teria ajudado no crime.

Segundo a Polícia Civil, a autora do crime foi identificada por meio do SIG (Setor de Investigações Gerais) do Núcleo Regional de Inteligência. Mayra foi presa e confessou o homicídio, relatando que aproveitou enquanto a vítima dormia para cometer o crime.

Ela disse que chamou o amante, que foi até a casa e deu os golpes de faca em Douglas. Depois, eles usaram o carro da vítima para levar o corpo até as proximidades do córrego. Polícia Civil segue em buscas pelo amante da jovem, que está foragido.

Douglas foi encontrado morto com vários ferimentos, na nuca, garganta, mão, tórax, peito, ombro e costas. Trabalhadores que passavam pela região encontraram o corpo.