Assentado é preso com rifle de caça e por exploração ilegal de madeira

| 07/05/2022
- 18:57
Assentado é preso com rifle de caça e por exploração ilegal de madeira
O infrator, residente em Bataguassu, recebeu voz de prisão (divulgação)

Um assentado foi preso por posse ilegal de rifle de e munições nesta sexta-feira (06) em Bataguassu, cidade a 313 quilômetros de Campo Grande. A PMA (Polícia Militar Ambiental) foi quem prendeu o infrator por posse ilegal de rifle de caça, munições e também o autuou em R$ 2,5 mil por exploração de madeira e uso de motosserra ilegais.

De acordo com a polícia, foi atendida denúncia de exploração ilegal de madeira no assentamento Montana, distante 15 km da cidade. No local, foi confirmado a denúncia e autor então preso por posse ilegal de arma e o atuaram por exploração ilegal de madeira e uso de motosserra ilegal.
No local, ainda de acordo com a polícia, o proprietário do lote derrubou várias árvores em uma área que seria convertida para lavoura de mandioca sem a licença ambiental.

Ainda segundo a polícia, o homem de 59 anos, utilizava para a derrubada das árvores uma motosserra sem documentação ambiental (LPU – Licença de Porte e Uso), o que também se caracteriza como crime também.
O infrator que também era denunciado por caça ilegal na região assumiu possuir um rifle calibre 22, que que estava carregado com cinco munições e ele não possuía documentação. A arma, munições e a motosserra foram apreendidas.

O infrator, residente em Bataguassu, recebeu voz de por posse ilegal da arma e munições e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Bataguassu, onde ele foi autuado em flagrante e saiu depois de pagar fiança de R$ 1.2 mil. A pena para este crime é de um a três anos de detenção.

Pelas infrações de uso da motosserra ilegal e pela exploração ilegal de madeira, o homem foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 2.5 mil. Ele ainda responderá por crime ambiental de uso de motosserra ilegal, com pena prevista de três meses a um ano de detenção e também por exploração ilegal de madeira, com pena de seis meses a um ano de detenção.

Veja também

Vítima estava com outra pessoa no Terra Roxa, que morreu na hora

Últimas notícias