Após se negar a pagar a conta em balada, homem é preso por injúria racial contra PMs

Ele teria dito que “não conversaria com pretos” referindo-se a policiais e tentou dar ‘carteirada’
| 26/06/2022
- 06:34
Após se negar a pagar a conta em balada, homem é preso por injúria racial contra PMs
Caso foi registrado na Depac Centro | (Henrique Arakaki, Midiamax)

de 38 anos foi preso por diversos crimes, entre eles, injúria racial, na madrugada deste domingo (26), após confusão em uma casa noturna de Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, ele deu nome errado na entrada, causou tumulto com outros clientes, não quis pagar a conta e, quando a Polícia Militar foi acionada, desacatou os policiais com ofensas racistas.

A Polícia Militar foi acionada pelo gerente da casa noturna. Ele informou que o homem estava causando confusão com outros clientes e queria sair do estabelecimento sem pagar a conta. Os militares foram falar com o homem, que estava visivelmente embriagado, e se recusou a dizer o próprio nome. Ele teria dito, segundo o registro da ocorrência, que “não conversaria com pretos”, referindo-se aos policiais. Além disso, ele tentou dar ‘carteirada’, dizendo que ligaria para “pessoas influentes”. 

Ainda conforme o registro, o homem se recusou a acompanhar os policiais até a e foi necessário utilizar algemas para contê-lo. Também foi constatado que ele deu o nome errado na entrada da casa noturna e extraviou a comanda para não pagar o que consumiu. 

Ele foi encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, onde o caso foi registrado como como: resistência; desacato; estelionato na forma tentada; recusa de dados sobre própria identidade ou qualificação; injúria, se consiste na utilização de elementos referentes à raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência.

Veja também

Vítima foi transferida de vaga zero para hospital de Coxim

Últimas notícias