Antes de sofrer atentado, homem tentou separar briga em festa de Campo Grande

Vizinhos ouviram de três a quatro disparos
| 07/02/2022
- 12:49
Antes de sofrer atentado, homem tentou separar briga em festa de Campo Grande
(Henrique Arakaki, Midiamax)

Antes de sofrer atentado no bairro Jardim Monumento, em Campo Grande, homem de 31 anos, ferido a tiros na noite desse domingo (6), tentou separar uma briga de amigos em uma festa, segundo testemunhas.

Uma moradora que não quis se identificar disse ao que estava na igreja e, na volta, seu marido havia contado que pelo menos quatro disparos foram feitos contra a vítima, que teve o tórax e a mandíbula atingidos. Após ele tentar separar uma briga em uma festa, o homem e os amigos foram para a conveniência quando a tentativa de homicídio ocorreu.

Os atiradores estavam em uma motocicleta, e o garupa armado perguntou o nome da vítima antes, fazendo os disparos e fugindo em seguida. O homem foi socorrido por populares que o levaram para a Santa Casa.

Moradores ainda relataram que o bairro tinha dado uma acalmada nas questões de assassinatos e tiros, mas que brigas sempre acontecem. A conveniência estaria funcionando há pelo menos cinco meses. 

O atentado

O atentado ocorreu por volta das 23 horas, na rua Osvaldo Aranha, em uma conveniência. Dois homens em uma motocicleta chegaram ao local e o passageiro foi em direção ao homem e fez os disparos. A vítima foi atingida no maxilar e no tórax, perfurando o pulmão.

Equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) socorreram o homem, que foi encaminhado para o hospital. Ele deve passar por na Santa Casa. Não há informações sobre a motivação para o crime e nem quem seriam os autores. 

Veja também

Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos

Últimas notícias