O autor do homicídio de Eli Matias, de 36 anos – ocorrido no dia 8 de outubro no Bairro Jardim Noroeste – prestou depoimento e alegou legítima defesa, na 3ª Delegacia de Polícia da Capital. Ele está preso preventivamente na Penitenciária da Gameleira II, desde o dia 10, após ficar dois dias internado na Santa Casa.

Segundo o delegado Reges de Almeida, responsável pelas investigações, o autor foi ouvido em depoimento na quarta-feira (26), na presença de um advogado. Ele chegou a ficar dois dias internado porque também foi ferido quando entrou em luta corporal com a vítima.

“Ele explicou que estava em um relacionamento com a mulher e ela falava que estava terminando com um marido. Ele foi em um bar com amigos e encontrou com ela lá. Eles estavam indo embora juntos, quando a vítima chegou para tirar satisfação e estava com uma faca. Eles se desentenderam e ele [autor] disse que Eli foi para cima dele”, explica Reges.

Ainda conforme o depoimento, o autor alegou que conseguiu tirar a faca da mão do marido de sua convivente, e Eli teria o esfaqueado novamente. O autor ainda disse que a vítima segurava seu casaco, e ele só parou de esfaqueá-lo quando Eli soltou a vestimenta.

Outras testemunhas foram ouvidas, incluindo três amigos que estavam no bar, mas não presenciaram o acontecimento, apenas a discussão. No local, não há câmeras de segurança e a Polícia Civil aguarda o último depoimento – da esposa da vítima – para concluir o inquérito.

Entenda o caso

O autor contou à polícia, quando preso em flagrante, que foi flagrado com a esposa da vítima, porém não sabia que a mesma era casada. Já a mulher disse, a princípio, que havia sido assaltada e o marido tentou defendê-la.

Contudo, no local, a polícia encontrou uma pasta com documentos do autor. Em diligências na casa do mesmo, foi informada de que ele estava na ala vermelha da Santa Casa.

Em conversa com os policiais, o homem contou que se relacionava com a mulher, mas que não sabia que ela era casada. Quando voltava para casa com a mulher, foi atacado por Eli, que estava armado com uma faca, mas conseguiu tomar o objeto e revidou os golpes, largando o objeto para trás e fugindo em seguida.

O autor foi preso em flagrante e um canivete foi apreendido ao lado do corpo da vítima.